Arquétipo Novo: Desmorto

Para a galera que curte jogar com gente que não sossega no tumulo, apresentamos aqui o Desmorto, o morto-vivo do Obscura.

Desmorto

Seu personagem está morto, mas não conseguiu permanecer no túmulo. A aparência do desmorto é indistinguível de uma pessoa viva. O oxigênio ainda infla seus pulmões, o estômago ainda ronca de fome; seus cabelos e unhas continuam crescendo. Apenas com um exame acurado conseguimos notar sua temperatura gélida, ausência de batimentos cardíacos e os olhos fundos, levemente ruborizados.

Sua maior característica surge no psicológico. O trauma da morte causa profundas cicatrizes nestes indivíduos. Incapazes de compreender sua própria condição, vagam trôpegos entre vivos e mortos, se entregando à loucura, violência, depravação ou messianismo na leviana tentativa de atribuir sentido à sua própria condição.

Poder Básico:

  • Corpo Póstumo (sempre ativo): sou imunidade a poderes e drogas direcionados a organismos vivos. O Desmorto será vulnerável aos poderes direcionados aos mortos-vivos.

Sugestões:

  • Cura dos Mortos (pessoal/instantâneo/1K+): quando pego carne putrefata e coloco em meus ferimentos consigo me curar de lesões.
  • Imune a Dor (sempre ativo): consigo ignorar os modificadores de lesão. Contudo, ainda morrerei caso sofra lesão superior a seis.
  • Substituição de Membros (pessoal/ instantâneo/ 1K+): quando insiro membros de cadáveres – como braços, pernas ou olhos – em partes do corpo que me foram amputadas  consigo fazer com que façam parte do meu corpo. O cérebro é a única parte do insubstituível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: