Krampus, o Demônio do Natal, para UD1 e Old Dragon

Ele surge no dia 25 de Dezembro. Castiga o nascimento de Jesus, ceia com a carne dos inocentes e transforma as crianças em brinquedos das hostes infernais. Seu nome é Krampus, o demônio do Natal, que agora assombra os sistemas UD1 e Old Dragon.

KRAMPUS 

Quem tem o azar de ter Krampus em em sua ceia, descobrirá uma entidade sádica e extremamente perigosa, com corpo de quase 2 metros coberto por pelos espessos e alongados que escapam dos farrapos sujos e enegrecidos das vestes de Papai Noel. Portando sempre um saco de pano às costas e correntes atadas aos braços, como um cão raivoso recém libertado de sua coleira, o demônio invade seu natal trazendo presentes feitos de medo, loucura e morte .

Caminha sobre os cascos de suas patas de bode e caça com suas garras longas e implacáveis. Sua face é uma carranca bestial, com olhos predadores, bocarra selvagem e língua bailando alucinada fora da boca. O crânio termina em imensos chifres de alce que apontam para os céus, como galhos de uma árvore seca.

Ecologia: Krampus conta com versões distorcidas dos ajudantes de Papai Noel. Duendes asquerosos e um trenó voador guiado por renas carnívoras. Todos o obedecem cegamente e parecem se divertir com suas atrocidades natalinas.

Utilidade: o chifre de Krampus tem poderes mágicos.

Sinergias: zumbis, espectros, lobo e remorhaz.

O HORROR DE KRAMPUS 
Existem várias formas de inserir Krampus em sua mesa. No THORDEZILHAS fica interessante considerar que Krampus seria um demônio de Belzebu criado para atormentar o dia em que a Santa Igreja celebra o nascimento de Mitra. Em algumas regiões, como os reinos do Danúbio, a criatura seria tratada como uma entidade feérica de extremo poder que promove sua ceia maligna como vingança pelo Grande Expurgo.

Em OBSCURA Krampus seria uma entidade que consegue atravessar uma fenda dimensional que, que por ironia do destino, se abre apenas na noite de natal.

krampus será sempre o inimigo central de uma pequena campanha que se passa durante a celebração do natal ou alguma festividade religiosa do cenário. Os personagens estarão felizes, desarmados, interagindo entre eles ou comendo rabanada.

Até a nevasca chegar.
Primeiro uma nevasca assustadora se estabelece isolando a região. Será preciso sucesso em um teste de Ânimo do UD1 e uma jogada de proteção de constituição no Old Dragon para não sofrer hipotermia quando exposto ao frio.
Quem estiver exposto  ao frio sem uma proteção adequada sofrerá dano 1d8 no Old Dragon e 3d1+ 1 no UD1 por turno. Além disso a neblina dificulta a visibilidade gerando modificador de -2 no Old Dragon e -1 no UD1. As horas param enquanto a nevasca durar. O relógio não marcará o tempo e o calendário deixará de fazer sentido. Será sempre a madrugada de um 25 de Dezembro hediondo.
Com o frio nasce a loucura. O Krampus não deseja apenas matar suas vítimas, quer enlouquece-las. Encontrando prazer em perverter os símbolos natalinos. Com presépios demoníacos, árvores de natal carnívoras, brinquedos enfeitiçados, bonecos de gelo feitos de cadáveres e outras sandices. Os ataques não objetivam matar, não neste primeiro momentos. Claro que pessoas morrem no processo, mas o principal foco do Krampus agora é enlouquecer completamente suas vítimas. Deixa-las a beira de um colapso nervoso.
Somente então Krampus fará sua ceia.
O Krampus sempre escolhe uma pessoa para servir de prato principal em sua ceia e outra para ser levada como presente aos demônios do Inferno. Ele não descansará enquanto não terminar sua festa natalina.

KRAMPUS OLD DRAGON 

Médio/ Caótico – Lugares frios.
Encontro: 1
Prêmios: 40% e 2 itens mágicos.
XP 1660
Movimento 12
Moral 10

Atributos
Força 18 Constituição 16 Sabedoria 10
Destreza 14 Inteligência 12 Carisma 16

Combate
CA 20
JP 10
DV 13 (104/143)

Ataques
2 Garras +8 (2d8+2)
1 Corrente +6 (1d8+4/ corrente)

Habilidades Especiais
Animar Objetos: consegue inserir espíritos malignos em objetos inanimados, como brinquedos e veículos, para que assumam características e movimentos incomum. Por exemplo, um boneco de pano pode atacar com uma faca ou uma chaminé consegue criar dentes e língua para devorar pessoas.

Corrente: krampus consegue animar suas correntes para que cresçam em até 15 metros e movam-se segundo a sua vontade.

Língua: a língua do Krampus é utilizada para sentir o movimento, temperatura e gosto de tudo que estiver em uma área de até 3 metros.

Peso Nulo: o Krampus consegue caminhar por tetos e paredes, e se equilibra em lugares impossíveis, como fios elétricos, telhados e neve.

Saco de Presentes: krampus consegue colocar quantas pessoas quiser dentro do seu saco de presentes. Recurso normalmente utilizado para levar suas vítimas ao Inferno.

KRAMPUS  UD1

Descritores: Humanoide /NH8/ Lugares Frios/ Médio/ Sádico, odeia o natal.

Perícias:
Ânimo +4
Atletismo +3
Combate Desarmado +3
Combate Armado +2
Combate a Distância +1
Força +4
Raciocínio +4
Sociabilidade +2

Ataques
2 Garras: 3 (Corporal).
1 Corrente: 2 (Visual)

Proteção: 8 (lesões 6)

Poderes
Animar Objetos: consegue inserir espíritos malignos em objetos inanimados, como brinquedos e veículos, para que assumam características e movimentos incomum. Por exemplo, um boneco de pano pode atacar com uma faca ou uma chaminé consegue criar dentes e língua para devorar pessoas.

Corrente: krampus consegue animar suas correntes para que cresçam em até 15 metros e movam-se segundo a sua vontade.

Língua: a língua do Krampus é utilizada para sentir o movimento, temperatura e gosto de tudo que estiver em uma área de até 3 metros.

Peso Nulo: o Krampus consegue caminhar por tetos e paredes, e se equilibra em lugares impossíveis, como fios elétricos, telhados e neve.

Saco de Presentes: krampus consegue colocar quantas pessoas quiser dentro do seu saco de presentes. Recurso normalmente utilizado para levar suas vítimas ao Inferno.

Subtramas
1- Krampus é derrotado quando seus chifres são destruídos.
2- A criatura é sempre invocada para nossa dimensão por alguém que odeia o natal.
3- Abandona sua sanha por morte caso uma criança seja sacrificada.
4- Krampus evita lugares quentes.
5- O fogo mata a criatura.

 

Por Luiz Cláudio Gonçalves

Que não gosta do Natal

&

Adrielle Zephirot GAen

que adora monstros.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: